LOGO_MULHERES_EMPREENDEDORAS

Executado pelo Saúde e Alegria e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares e financiado pela União Europeia, O projeto Mulheres Empreendedoras da Floresta visa fortalecer uma economia sustentável de base comunitária, com negócios que valorizem a Floresta em Pé.

Apesar da região Oeste do Estado do Pará ainda possuir grande área de floresta reservada, há uma enorme pressão e aumento nos índices de desmatamento na região devido a pecuária extensiva, agronegócio, garimpo e extração ilegal de madeira. Essa economia exploratória e ilegal não tem melhorado as condições de vida dos povos que vivem na e da floresta.

Para isso, é necessário aumentar a capacidade empreendedora das organizações de base comunitária, que em geral apresentam carências no planejamento, na gestão, administração, comunicação e tomadas de decisão sobre seus negócios. O projeto implementa ações como o curso de aprimoramento na gestão e governança de cooperativas e associações, através de um curso aprofundado de dois anos.

É formado por um Conselho Executivo composto por representantes das instituições proponentes e, um Conselho Consultivo formado por representantes das cooperativas e associações beneficiárias, entidades públicas e privadas envolvidas no projeto. Atualmente o Conselho Consultivo é formado pelas organizações:

Federação da Flona do Tapajós; Associação das Mulheres Trabalhadoras Rurais – AMTR; Federação das Organizações Quilombolas de Santarém- FOQS; Conselho Nacional dos Seringueiros; Federação de Moradores do Eixo Forte- FAMCEF; Movimento pela Soberania popular na Mineração- MAM; Grupo de Defesa da Amazônia- GDA; Federação das Associações de Moradores e Comunidades do Assentamento Agroextrativista da Gleba Lago Grande- FEAGLE; Sociedade para a Pesquisa e Proteção do Meio Ambiente- SAPOPEMA; Cooperativa Agroextrativista do Oeste do Pará- ACOSPER; Sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras Rurais de Mojui dos Campos; Associação dos Produtores Rurais de Santarém – APRUSAN; Cooperativa da Agricultura Familiar de Mojui dos Campos – COOFAM; Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Aveiro; Centro de Estudos, Pesquisas e Formação dos trabalhadores do Baixo-amazonas- CEFT- BAM; Cooperativa de Turismo e Artesanato da Floresta- TURIART; Casa Familiar Rural de Santarém- CFR; Conselho Indígena Munduruku de Belterra; Associação dos Produtores Rurais de Anã –Apronã; Associação de Mulheres Trabalhadoras Rurais do Município de Belterra- AMABELA; CITUPI- Conselho Indígena Tupinambá; Associação de Moradores Agroextrativistas e Indígenas do Tapajós- AMPRAVAT; Cooperativa Agroextrativista de Surucuá- COOPRASU; Conselho Indígena Tapajós e Arapiuns- CITA; STTR de Belterra; Cooperativa de Pescadores e Produtores Rurais da Região do Urucurituba- COOPRUVAS.

Localização das ações:
comunidades dos municípios de Santarém, Belterra, Mojuí dos Campos e Aveiro.

Duração:
2022 – 2025

Realização:
EXECUÇÃO: Centro de Estudos Avançados de Promoção Social e Ambiental – CEAPS
CO-EXECUÇÃO: Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Município de Santarém-Pará
Financiadores: União Europeia

Principais atividades/áreas do projeto

Diagnóstico de Cooperativas e Associações

Acesso a conectividade e capacitação em ferramentas digitais

Modelagem de negócios

Apoio a Empreendimentos da Sociobiodiversidade

Curso de Gestão e Governança de Cooperativas e Associações

O Curso de Gestão e Governança de Cooperativas e Associações tem como proposta olhar para os principais desafios das organizações de base comunitária do oeste do Estado do Pará e trabalhá-los de forma conjunta. Um dos maiores gargalos para viabilizar e prosperar os negócios comunitários é a gestão, administração e governança das organizações, também é necessário compreender os fundamentos do cooperativismo. E esta educação cooperativista necessita ser empreendedora e financeira, fomentando processos e práticas que promovam empoderamento e criem menos dependência externa.

O curso terá a duração de dois anos, as pessoas beneficiárias serão dos quadros técnicos e administrativos, bem como conselheiros e conselheiras de cooperativas, associações e outras organizações de apoio parceiras. Tendo como público prioritário jovens e mulheres. O conteúdo será organizado com foco na criação e gestão do conhecimento, com momentos presenciais e a distância, entre teoria e práticas que serão aplicadas em cada organização, estimulando a participação ativa, despertando a capacidade de análise e de reflexão crítica diante dos cenários e desafios.

Etapas para elaboração do Curso

1.  Diagnóstico das Organizações.

2.  Qualificação do diagnóstico e do perfil organizacional.
Execução de 4 oficinas para qualificação, levantamento e mapeamento das demandas das cooperativas e associações envolvidas no programa. Serão analisados os diagnósticos aplicados de forma a levantar as principais demandas de educação e capacitação cooperativista assim como aprofundar dados que possam prospectar demandas claras de organização, gestão, governança e negócios das Cooperativas participantes.

3.  Composição de parcerias e de Núcleo de Educação e Capacitação.
Objetivo: Constituir um núcleo pedagógico permanente de educação cooperativista e associativista que envolvam parceiros locais, universidades e organizações do terceiro setor do estado do Pará e que qualifiquem as linhas de ação do programa e certificação dos educandos. Serão realizadas reuniões Estaduais com Instituições de Ensino Superior, Universidades, Institutos, Organizações Não Governamentais, Agências de Desenvolvimento e outros.

4.  Desenvolver o programa, conteúdos e abordagens.
Prevê a construção de metodologias, processos de educação cooperativista e associativista, bem como mecanismos de avaliação e certificação. Neste marco crítico o núcleo pedagógico do Programa realizará agendas e atividades para construir o Projeto Político Pedagógico do Curso, com o objetivo de qualificar as emendas e conteúdos dos materiais e cartilhas das fases de formação presentes no projeto. Resultado – Elaboração do Projeto Político Pedagógico, emenda dos materiais, cadernos pedagógicos e subsídios formativos previstos no programa.

Parceiros e Organizações Envolvidas

 Projeto Saúde e Alegria
 Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santarém
 UNICAFES ( União Nacional de Cooperativas de Agricultura familiar e Economia Solidária)
 Organizações presentes no Conselho Consultivo do Projeto Mulheres Empreendedoras da Floresta

Notícias

MUlheres Empreendedoras da Floresta

Mulheres Empreendedoras da Floresta realizam atividades para estruturação do curso de gestão e governança de cooperativas e associações

O Projeto lançado pelo Saúde e Alegria e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares  de Santarém e financiado pela União Europeia, se prepara para uma nova fase: a estruturação do curso de gestão e governança de cooperativas e associações

Leia mais

Projeto mulheres empreendedoras da floresta inicia atividades em Santarém

Agricultoras e agroextrativistas do Oeste do Pará se firmaram como referência na produção de alimentos orgânicos na região. Um projeto lançado pelo Saúde e Alegria e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares e financiado pela União Europeia, …

Leia mais

Mulheres Empreendedoras da Floresta

Capacitar e empoderar principalmente mulheres e jovens na gestão de negócios da sociobiodiversidade.

#Mulheresempreendedoras ✊ |
Desde março, quando iniciaram as atividades do projeto, foram realizados 16 encontros para mobilização e apresentação nos municípios de Santarém, Mojuí dos Campos, Belterra e Aveiro, envolvendo cerca de 314 pessoas. Também foram realizados diagnósticos de sete organizações, dentre elas, quatro cooperativas e três associações.

Com a perspectiva de fortalecer as organizações produtivas e promover a viabilidade econômica da floresta em pé, através da capacitação e empoderamento de mulheres e jovens na gestão de negócios da sociobiodiversidade, o projeto realizou no período de 08 a 12 de agosto, encontros com o conselho consultivo composto por vinte e seis instituições locais.

A intenção desta fase é dialogar com as representações sobre as necessidades das organizações apoiadas, para planejar as ações e os módulos do curso, bem como estruturar um núcleo pedagógico que irá apoiar e orientar a execução do curso.

Leia mais no link na bio 📲
...

• N O AR • 📻

O 11º podcast da série 'Eu sou Saúde e Alegria' conta a história da Ananda Pacheco, santarena, assistente social que chegou na nossa equipe em um dos momentos mais delicados pra todos nós: a pandemia da covid-19. Em meio ao caos na saúde pública, somou esforços com a gente e levou assistência às famílias da Amazônia que mais precisavam de apoio. É por isso que ela está aqui e hoje vai contar um pouquinho da sua história e como se tornou Saúde e Alegria ✊🏼

• • • • •

No soundcloud e Spotify você ouve ao podcast. Na sexta-feira (12), têm vídeo e reportagem escrita no nosso site ♥️ O Programa Alô Comunidade exibido na Rádio Rural AM e Rádio Princesa FM de Santarém também tem uma versão super bacana dessa história na sexta-feira. Conta pra gente o que você achou ❤️

• • • • • •
Apresentação: @eupriscilacastro
Reportagem: @geovanebrit0
Mixagem: @raikpereira2019
Arte: @_vanessacampos
Coordenação editorial: @bonfimsamela
Coordenação Geral: @fabinhopena
Trilha sonora: (Letra e música): Nanna Reis, Renato Rodas e João Marcelo.
...

#JornalismoInvestigativo - Hora de reparar toda injustiça no Caso dos Brigadistas - PARTE 2.


As investigações da PF desmentiram a Polícia Civil (estadual), não apontando relação alguma com ONGs e brigadistas. A Justiça Federal determinou o arquivamento do caso, e na mesma decisão, foi reconhecida a competência federal [sobre a estadual] para o tratamento da questão. Quanto a documentação apreendida junto ao Projeto Saúde e Alegria, depois de quase três anos de perícias contábeis e auditorias, nenhuma irregularidade foi encontrada, tampouco algo próximo do que os policiais civis imaginavam ser o caso.


Reportagem completa da @amazoniareal aqui: https://amazoniareal.com.br/especiais/a-cacada-aos-brigadistas/
...

Conheça o canal do
Projeto Saúde & Alegria

Rádio Mocoronga

Facebook

Projeto Saúde & Alegria
Rolar para cima