Educação, Cultura e Comunicação

“PSA abre perspectivas aos jovens e deixa formação nas comunidades” – Raquel Kumaruara

Uma câmera na mão e uma ideia na cabeça. É através do audiovisual que comunidades da Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns, em Santarém, oeste paraense, ganham as telas pelo mundo. Uma das responsáveis por contar as histórias das populações da floresta hoje cursa uma área fora do nicho da comunicação, mas nunca deixou de lado as produções comunitárias.

Brinquedos adquiridos via COMDCA, fortalecerão primeira infância em comunidades e aldeias da Resex Tapajós Arapiuns

Projeto ‘Crianças Com Saúde e Alegria’ participou de edital da SEMTRAS, para concorrer a doação de brinquedos adquiridos com o Fundo da Criança e do Adolescente do COMDCA. Itens serão distribuídos para quinhentas crianças de cinco regiões da Resex Tapajós Arapiuns

“Me considero fruto do trabalho do Saúde e Alegria” – Maickson Serrão 

Das cinzas de uma tragédia na comunidade Tucumatuba, na Resex Tapajós-Arapiuns, surgiu uma oportunidade que norteou a trajetória de um profissional que hoje fala sobre a Amazônia para o mundo. Maickson Serrão é um entre tantos outros jovens que tiveram as vidas transformadas através das ações do Projeto Saúde e Alegria. 

“PSA fez parte da minha vida e ajudou na minha formação” – Dailon Alves

Formar novos cidadãos através da educação. Esse tem sido o papel de Dailon Alves na Aldeia Solimões, na Reserva Tapajós-Arapiuns, em Santarém, ao ministrar aulas na escola Nossa Senhora das Graças. O desejo de contribuir com o futuro das crianças ribeirinhas e indígenas foi a maneira encontrada para retribuir aquilo que as comunidades lhe deram ao longo da vida.

“O PSA ajudou no fortalecimento do artesanato e das mulheres” – Rosângela Castro Tapajós 

Olhar para a floresta e tirar dela o sustento mas agredi-la. O conceito parece ser difícil de ser colocado em prática, mas em comunidades da Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns, mulheres se uniram para fortalecer a cultura e a renda de suas famílias aliadas à preservação da natureza. São elas as responsáveis por transformar fibras vegetais em peças que já ganharam o mundo e encantam pelas características únicas.

Escola de Redes inova formação em territórios digitais comunitários e conclui jornada com alunos da Amazônia Legal

Se despediram em Santarém, no Oeste do Pará, os vinte e um alunos da Escola de Redes Comunitárias da Amazônia, que no período de 08 a 13 de dezembro, participaram da última formação presencial. A partir de agora, os estudantes seguem para a implementação de projetos em suas respectivas comunidades 

Projeto Saúde & Alegria
Rolar para cima