Jovens produzem podcast e vídeos durante oficina de comunicação na Vila de Boim

Capacitação foi realizada pela Rede Mocoronga do Projeto Saúde e Alegria e Coletivo Jovem Tapajônico 

Os doze anos da escola Santo Inácio de Loyola da Vila de Boim, região da Resex Tapajós Arapiuns, foram comemorados nesta semana com uma programação diversificada que incluiu diferentes temáticas e atividades. A trupe da Rede Mocoronga esteve presente através da palhaça Vermelhinha (arte educadora Elis Lucien), e da Dona Assistencia (Efraina Barbosa – Assistente Social do Pólo de Boim).

Durante a programação realizada nos dias 17 e 18 de maio, estudantes participaram da oficina de comunicação popular com destaque a produção de conteúdos educativos através de podcast e vídeos.

Jovens produziram podcast e vídeos na Vila de Boim.

“Foi muito boa e produtiva. Foi uma articulação da direção da escola com apoio da UBS do Polo de Boim com a assistente social Efraína Barbosa com um trabalho de formação com os professores sobre o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes e histórico da construção da escola” – contou Elis Lucien.

O combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes também foi tema do podcast elaborado pelos jovens durante a oficina. Na programação cultural, foi exibido aos participantes: “Tudo se tornou uma grande festa e a Rede Mocoronga foi convidada a realizar as oficinas de podcast e vídeos em celular com participação do coletivo Jovem Tapajônico com o Benezildo Costa da Silva. A turma toda adorou e eles já se agendaram para realizar a segunda edição do podcast. E em aplicativo de celular eles registraram as atividades e edição” – acrescentou Lucien.

Ouça o podcast aqui:

Educação, Cultura e Comunicação

O Programa de educação, cultura e comunicação tem por objetivo ampliar as oportunidades de aprendizagem para contextualizar a população em seu meio, universalizar seus saberes, fortalecer sua identidade cultural e possibilitar o acesso a novos conhecimentos e tecnologias, a fim de formar cidadãos confiantes e autônomos, capazes de gerir suas comunidades, defender seus territórios e seus direitos fundamentais.

Mais de 53% da população das comunidades ribeirinhas do oeste do Pará onde atuamos têm até 19 anos de idade. Por isso, e por o Saúde e Alegria acredita que são eles os principais agentes de transformação presente e futuro das comunidades, é que o trabalho da organização sempre buscou desenvolver estratégias para sua inclusão social.

Um dos projetos mais antigos do PSA, o Circo Mocorongo promove educação em saúde, meio ambiente, cidadania comunitária e outros temas por meio da arte-educação. Com metodologias participativas, as atividades são construídas junto com a população e permeadas pela cultura popular local.

1 comentário em “Jovens produzem podcast e vídeos durante oficina de comunicação na Vila de Boim”

  1. Graciano Valente

    Nossa gratidão pelo apoio ao evento que além de educar de forma diferente alegrou o público presente.
    A moçada está eufórica com os conhecimentos ampliados.

Deixe um comentário para Graciano Valente Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Projeto Saúde & Alegria
Rolar para cima