Saúde e Alegria apoia ação de segurança alimentar da Prefeitura de Santarém no atendimento à famílias da várzea impactadas pelas enchentes na região

Mil famílias atingidas pela cheia dos rios estão sendo beneficiadas com cestas básicas através da parceria;

Iniciou nesta quinta-feira (17), a distribuição de kits com itens de segurança alimentar para moradores de áreas ribeirinhas das regiões do Urucurituba e Aritapera em Santarém. Foram beneficiadas famílias de São Ciríaco, Campo do Aramanaí, Campo do Urucurituba, Igarapé do Costa, Piracaoera de Baixo, Piracaoera de Cima, Cabeça d’Onça, Surubi Açu, Boca do Aritapera, Terezinha, Boca de Cima do Aritapera, Enseada do Aritapera, Vila do Aritapera, Carapanatuba, Água Preta, Mato Alto, Costa do Aritapera, Ilha de São Miguel e Quilombo Arapemã.

Representantes das comunidades se organizaram para distribuir cestas básicas entre as famílias beneficiadas pela ação.

A situação nessas comunidades é grave, contam os moradores. É que no período da subida anual dos rios que ocorre de abril a junho, quando as águas do rio Amazonas inundam totalmente os ambientes de várzea, a dinâmica da pesca e da agricultura, principais fontes de renda para os moradores, são intensamente prejudicadas. “Nesse momento tão difícil lidando com duas situações como a pandemia e enchente, as cestas vieram em um bom momento. A gente só tem a agradecer pela parceria do Saúde e Alegria e prefeitura por nos olhar com sensibilidade e ver o nosso povo que está precisando desse apoio. Aqui nós sobrevivemos de Agricultura e pesca. Então nesse momento estamos sofrendo as consequências. Na pesca, o peixe fica escasso por ter muita água e espaço pra ele se esconder, o que dificulta a captura desse pescado e nós não temos onde plantar. Então nós somos atingidos diretamente por dois motivos” – contou o vice-presidente Piracaoera de Baixo, Raimundo Dourado.

A doação atende ao pedido do prefeito que buscou apoio para amparar famílias em situação de extrema necessidade e que foram também afetadas economicamente pela pandemia covid-19. “É uma ação muito importante nesse momento de pandemia, da grande cheia que estamos passando. A gente bateu na porta do Projeto Saúde e Alegria e acatou ao nosso pedido, para atender as necessidades dessa população. Nós temos com o PSA outras parcerias na área da saúde, embarcações, equipamentos para UBS. Assim a gente é mais forte e pode atender melhor população”- explicou Nélio Aguiar, prefeito de Santarém.

A prefeitura do município esclareceu que possui um banco de dados com registro de famílias em situação de vulnerabilidade e que a busca por ajuda tem aumentado, principalmente em comunidades afetadas pela cheia dos rios na várzea santarena. “É com muita alegria que nós estamos aqui hoje na várzea, nessas duas regiões: Urucurituba e Aritapera fazendo chegar esse benefício para essas famílias. Em torno de mil cestas estão sendo distribuídas nessa parceria. Que bom que a gente pode contar com o Saúde e Alegria chegando perto dessas famílias em vulnerabilidade” – ressaltou a titular da Semtras, Celsa Brito.

Para o médico e fundador do PSA, Eugênio Scannavino, a parceria para beneficiar ao público da várzea é mais uma importante ação realizada em conjunto com o poder público e apoiadores do PSA, esclarece: “A gente conseguiu apoio de vários parceiros como a Ação Cidadania para fazer a distribuição de kits de alimentação pra combater a fome. Cada parceiro mapeia suas famílias, apresenta o pedido e a gente dá o apoio. Assim aconteceu com a prefeitura que nos mandou um ofício requisitando apoio através da Semtras para a região de várzea. A gente disponibilizou o barco, mil cestas de alimentação e a prefeitura com sua logística fez o mapeamento”.

O Saúde e Alegria é um dos comitês da Rede da Ação Cidadania, cujo principal objetivo é unir todos os setores da sociedade (governos, empresas, judiciário, organizações sociais, pessoas físicas e organizações militares) para combater a fome. A partir do recebimento dos itens de segurança alimentar, são realizadas distribuições para fortalecer a segurança alimentar dos mais necessitados.

“A gente passou um pouco de dificuldade em relação à cheia e à pandemia. A água encheu muito e agrava muito tanto na saúde, quanto na alimentação, porque dificulta bastante pra  pegar o peixe pra sobreviver. Graças a Deus veio essa ajuda” – Eric Oliveira- presidente de Igarapé do Costa.

“A gente recebe com muito carinho porque a gente sabe que tem muitas famílias que precisam dessas cestas. Eu como presidente quero agradecer” – Odailson Ribeiro, presidente de Costa do Aramanaí.

Fotos: Samela Bonfim/PSA.

“Pra nós que somos aposentados, a gente já sente. Imagina pra quem não é. A gente agradece pelo apoio” – Nazaré Rego, moradora de Piracaoera de Cima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Projeto Saúde & Alegria Rolar para cima