Saúde e Alegria participa da campanha do Dia Mundial da Alimentação doando mais de mil e duzentas cestas básicas para famílias necessitadas

Em continuidade ao apoio alimentar às famílias em extrema vulnerabilidade em Santarém, afetadas pela pandemia e mais recentemente os pescadores pela suspeita da Síndrome de Haff ( Doença da Urina Preta), o PSA no dia mundial da alimentação doou 1.270 cestas básicas (mais de oito toneladas de alimentos);

O Movimento Mundial de Gastronomia Social,  promove nos dias 15, 16 e 17/10 a distribuição de um milhão de refeições em cinco continentes com várias ações simultâneas que vão desde de cozinha solidária, entrega de marmitas e de cestas básicas. A meta é alcançar a distribuição equivalente a um milhão de refeições.

A campanha vai tentar distribuir um milhão de refeições em 72 horas.  será doado representam 296 mil refeições, já que cada cesta equivale a duas refeições por dia para 4 pessoas por 30 dias (cálculo feito por especialistas do movimento a partir de cada cesta) .

Distribuição na comunidade Igarapé Açu. Fotos: Elis Lucien/PSA.

A distribuição em Santarém foi realizada em parceria com o Rotary Pérola, Rotary Vitória Régia, Rotary Aldeia, APAE e Sapopema/Z20 que selecionaram as famílias cadastradas mais necessitadas. A distribuição está beneficiando os catadores do aterro de Perema, moradores dos Bairros Conquista, São Francisco e Vitória Régia, Casa Mãe Natureza (Irmã Dulce dos Pobres), APAE e pescadores da área urbana de Santarém, afetados pela crise da suspeita da síndrome de haff e da comunidade Igarapé Açu.

“Foi a continuidade de apoios anteriores que já vinham sendo realizados com outras entregas através desses e outros parceiros na Campanha Saúde e Alegria Sem Corona. Essa ação faz parte da campanha mundial da gastronomia social chamada ‘um prato para todos’. Em vários continentes estão tendo ações de organizações que trabalham com apoio a alimentação e gastronomia social. O Saúde e Alegria, um dos fundadores deste movimento,  já tem realizado ações de distribuições de cestas desde o início da pandemia. Essas cestas não vão salvar nem resolver o problema, mas ajudam aqueles especialmente para aqueles  que estão sofrendo” – explicou o médico do PSA, Eugênio Scannavino.

Pescadores da área urbana de Santarém e permissionários da Feira do Pescado, receberam cestas básicas entregues pela Sapopema. Foto: Samela Bonfim/PSA.

As cestas foram conseguidas pelo Saúde e Alegria através de seus apoiadores como o  Itaú social, Ação Cidadania, Takeda Ltda, Nete entre outros.

Um dos públicos atendidos foi o de pescadores da área urbana do município de Santarém, que tem sido fortemente impactado pela circulação das notícias sobre a suspeita da síndrome de haff. Para a coordenadora da Sapopema, Wandicleia Lopes, responsável pela entrega ao público, “A ação de distribuição de cestas aos Pescadores e Pescadoras é um ato de solidariedade e compromisso com a vida de suas famílias”.

Sem conseguir comercializar a produção, pescadores artesanais estão com dificuldades para manter a alimentação básica, explicam:

“Nós sobrevivemos da pesca e como todos os nossos associados, estamos passando por muitas dificuldades, a gente não consegue vender o nosso pescado. Essa ajuda de hoje vai nos apoiar muito” – Jean Costa, coordenador do núcleo do bairro do Uruará.

“Está sendo muito difícil porque muitas mulheres pescadoras, chefe de família não estão conseguindo vender o peixe. As cestas vão ajudar muito as mães de família” – Irley Lemos, coordenadora do núcleo de base da Área Verde.

“Chegou no momento certo” – Antônio de Sá, permissionário da feira do pescado.

“Eu fico muito grata de ter recebido o Rotary e o Saúde e Alegria aqui na nossa comunidade com essas cestas” – Darliane Duarte, Comunidade Igarapé Açu.

APAE realizou entrega aos pais de alunos atendidos na instituição. Foto: APAE Santarém.

A coordenadora pedagógica da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE, Denise Sá, instituição beneficiada com a ação, destacou a importância do alimento para as famílias atendidas na unidade. “São 150 beneficiadas com esse apoio do Projeto Saúde e Alegria. Em nome dessas famílias, a gente agradece por essas cestas nesse momento tão importante pra nós”.

Catadores do Lixão de Perema foram apoiados com cestas de alimentação. Foto: Ananda Pacheco/PSA.

O Movimento Gastronomia Social tem por objetivo estimular esforços de organizações, indivíduos, universidades e restaurantes no mundo todo para cozinhar e servir refeições grátis em comunidades locais.

Moradores do bairro Vitória Régia recebendo cestas da campanha através do Rotary Club. Foto: Elis Lucien/PSA.

#UniversalPlate #SocialGastronomy #SGMSummit2021 #SDG2 #TasteOfChange #ConnectGlobal #ActLocal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Projeto Saúde & Alegria Rolar para cima