Saúde e Alegria repudia invasão ao STTR

O Projeto Saúde e Alegria vem por meio desta repudiar a invasão promovida pelos comunitários envolvidos nos projetos madeireiros da região da Resex nesta manhã desta segunda-feira (03/4) na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santarém (STTR).

Ao invés de recorrerem as instâncias judiciais, optaram por uma ação truculenta que pode por em risco a vida de pessoas, por estarem insatisfeitos com a decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), que em revisão de 30 de abril, suspendeu a decisão liminar da Justiça Federal de Santarém que autorizava a retomada dos processos de Plano de Manejo para exploração madeireira dentro da Reserva Extrativista (Resex) Tapajós Arapiuns, entre os municípios de Santarém e Aveiro (PA).

Nós, do Saúde e Alegria, manifestamos apoio ao STTR, que juntamente com o CITA (Conselho Indígena Tapajós-Arapiuns), pediu a suspensão dos procedimentos de aprovação dos planos de manejo florestal dentro da Resex até que fosse realizada a consulta prévia, livre e informada das 78 comunidades tradicionais e aldeias que vivem na Reserva.

Que as tratativas se mantenham no ambiente da Justiça e do diálogo, e que o ocorrido traga à luz a necessidade de se promover as devidas consultas, transparência e esclarecimentos em relação aos referidos projetos junto aos moradores desta importante Unidade de Conservação.

Repudiamos esta ação truculenta e pedimos averiguação por parte da justiça!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Projeto Saúde & Alegria Rolar para cima