Tecnologias de acesso a água: construções no assentamento Agroextrativista Gleba Lago Grande estão na fase final

Programa Cisterna nas comunidades de Bom Jardim e Soledade vai beneficiar 92 famílias que estão na expectativa do fim dos serviços

Comunidade Bom Jardim.

As obras atingem 70% da execução nas duas comunidades, faltando apenas instalações do motor, bomba e teste da rede, explicou o técnico em organização comunitária e Saneamento do PSA – Silvanei Rodrigues sobre os sistemas coletivos de distribuição de água para 48 famílias em Bom Jardim e 44 em Soledade. Nessa região do assentamento Agroextrativista Gleba Lago Grande as obras são de responsabilidade da Sociedade, Meio Ambiente, Educação, Cidadania e Direitos Humanos – Somecdh de Belém.

Na várzea as obras estão sendo realizadas na comunidade Costa do Aritapera e atingem 75% de execução. Em pouco tempo mais dez famílias estarão usufruindo das tecnologias sociais de acesso à água em Costa do Aritapera. Os serviços de construção continuam e estão chegando ao fim graças ao empenho dos técnicos da Sapopema, construtores e comunitários que estão dando o suporte necessário para a execução da obra.

Comunidade Costa do Aritapera.

Segundo a bióloga da Sapopema, Poliane Batista as obras atingiram 75% por cento e estão na fase final. A expectativa é que até este fim de semana os serviços sejam finalizados. “A comunidade está interagindo, disposta e bem satisfeita” – contou sobre a colaboração dos moradores beneficiados pelo projeto.

As construções abrangem a instalação de um sistema de captação de água, pias, banheiro e fossa. As tecnologias sociais de acesso à água possibilitam mais dignidade aos povos ribeirinhos que há anos sofriam com a falta de água de qualidade devido a ingestão do liquido coletado no rio, que muitas vezes provocava infecções aos moradores.

Na comunidade Santa Maria do Tapará foi realizada uma reunião de mobilização e seleção das 15 famílias. A partir de agora serão marcadas as datas dos cursos, e as obras serão iniciadas no verão – contou o presidente da Sapopema, Antônio José Bentes.

Comunidade Soledade.

O Programa Cisterna

Em 2018 foi feita a assinatura do programa que faz parte da chamada pública do Governo Federal por meio do Ministério do Desenvolvimento Social do Programa Nacional ‘Cisterna’ de apoio a capacitação de água da chuva e outras tecnologias sociais de aceso à água.

O objetivo do Cisterna é realizar ações de captação de água e promover saneamento, uma vez que os moradores dessas áreas contempladas, não tem nenhum sistema de abastecimento. Em Santarém o programa é coordenado pelo Projeto Saúde e Alegria e executado pelas Organizações Não Governamentais Sapopema, Asproc e Somecdh em diferentes regiões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site! Rolar para cima