Ações de prevenção ao Coronavírus na Amazônia são destaques no ‘Jornalistas Livres’

Atividades em educação, prevenção em saúde e acesso à água e saneamento promovidas ao longo dos últimos 33 anos, agora se mostram ainda mais necessárias na prevenção e combate ao covid-19;
Os irmãos Caetano e Eugênio Scannavino, coordenadores do Saúde e Alegria, participaram de entrevista ao vivo do Bate Papo Jornalistas Livres na tarde desta quarta-feira (8) com os entrevistadores Joana Brasileiro e Leonardo. Foram temas da conversa virtual, as ações desenvolvidas pela entidade em combate ao Covid-19 e as preocupações com o risco de contágio às populações da floresta.Durante a entrevista, Eugênio Scannavino contou sobre o papel desenvolvido pela entidade há mais de trinta anos: “Esse trabalho de lavar mão é antigo nessas conunidades. A gente tá tentando fazer um grande esforço pra evitar a contaminação” – disse.
Com o considerável aumento de casos no Estado do Pará (165 e 6 mortes em 8/4) a grande preocupação é quanto a contaminação dos povos tradicionais da Amazônia. Sobre isso, Caetano Scannavino contou que estratégias estão sendo pensadas desde dezembro quando a pandemia iniciou na China. Na conversa, contou sobre a parceria entre a Prefeitura de Santarém e Universidade Federal do Oeste do Pará para ações do Barco Hospital Abaré e produção de máscaras para profissionais de saúde: “Além disso, desde março mobilizamos nossos esforços para projetos específicos para esse caso” – explicou.
Confira a entrevista completa aqui:

Ações contra o Covid-19

  • Equipamentos de proteção em impressora 3D distribuídos: Numa parceria iniciada entre Universidade Federal do Oeste do Pará e Projeto Saúde e Alegria firmada na sexta-feira (27/3), foram alinhadas estratégias de produção com o uso de sete impressoras 3D para produção de equipamentos de proteção individual. Essa tecnologia tem sido aliada à prevenção do vírus que atinge pessoas de todo o mundo. Nessa estratégia de parceria, o PSA fornece suas impressoras 3D e soma esforços com a Ufopa para promover ações imediatas que possam contribuir para o combate à propagação do vírus.
  • Campanha de comunicação: Conteúdo preparado especialmente para as comunidades ribeirinhas, pensando no contexto e nas possibilidades desses habitantes, com linguagem acessível.

    Campanha educativa de prevenção ao Coronavírus.
  • Rádio Rural | Rádio Mocoronga – aos domingos o programa chega onde internet e telefone não estão, apresenta entrevistas, informação e dá voz aos próprios comunitários. Os programas também vão para as redes após a veiculação na rádio.
    No Soundcloud e Spotify.
  • Whatsapp – campanhas com artes de orientação sobre prevenção e cuidados são distribuídas nos grupos que o PSA mantém ou faz parte, disseminando conhecimento em forma de memes leves porém informativos.
  • Youtube | Rede Mocoronga – vídeo com orientações do Médico infetologista Eugênio Scannavino feito com conteúdo específico para os comunitários e esquetes com a trupe de palhaços estão sendo montadas – com toda a dificuldade de fazermos isso à distância.
  • Água e Saneamento: Outra ação intensificada no inicio deste ano para melhorar as condições comunitárias no enfrentamento à epidemia foi a melhoria do acesso à água e saneamento, como a construção em massa de novos banheiros e sistemas de abastecimento movidos a energia solar. Já beneficiou mais de 12,5 mil pessoas com acesso a água de qualidade e vem ganhando escala via políticas públicas. Essa é uma atividade que sempre foi entendida como prioridade pelo Saúde e Alegria. Fundamental para reduzir a incidência de doenças de veiculação hídrica como viroses e diarreias agudas, maior causa de mortalidade infantil na região.
  • Abaré: Desde janeiro tem intensificado suas ações de suporte à saude, tendo inclusive remanejado recursos de convênios com outras finalidades, como por exemplo o apoio à UFOPA e a SEMSA com as demandas para revitalização do Barco Hospital Abaré para retomada das rodadas. Remanejamos recursos para reformar o Barco Hospital Abaré, incluindo consertos de equipamentos, pintura, troca de centrais de ar e dedetização, para que estivesse apto às atender as comunidades. Para cumprir os protocolos de prevenção, a próxima saída do Abaré está prevista para 13/05. Além de atendimentos, a prioridade é a orientação das comunidades e a identificação de grupos de risco (idosos, hipertensos, diabéticos, outros).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site! Rolar para cima