Eletricistas do Sol: comunitários participam de curso para manutenção de placas fotovoltaicas

Quarta edição da capacitação reuniu 25 comunitários no Centro Experimental Floresta Ativa para aprofundar conhecimentos em manutenção e instalação dos sistemas de painéis de energia solar;

Ter energia limpa e renovável para o bombeamento de água é uma realidade para vinte e oito comunidades da Resex, Flona e Lago Grande que recebem o fornecimento de energia solar de 20 sistemas. A previsão é que em breve a região da várzea em Santarém e territórios indígenas do município de Itaituba sejam beneficiados com placas solares.

Entretanto, o grande desafio hoje é capacitar os moradores para que saibam como executar manutenção nos sistemas. “A assistência e instalação de sistemas nas comunidades se torna muito cara pela distância, dificuldade de deslocamento de profissionais. As vezes por um problema muito simples é feito um chamado para deslocar um técnico que passa mais tempo viajando do que trabalhando no serviço – explicou o gestor de negócios sustentáveis do PSA – Davide Pompermaier.

Pensando em promover a capacitação para os moradores dessas comunidades, o curso Eletricistas do Sol objetiva qualificá-los para possíveis demandas que possam surgir com instalações e manutenções nos sistemas

Outras três edições foram realizadas nos anos anteriores e garantiram a capacitação de 80 participantes. Em 2019, participam 25 moradores em dois módulos de três dias: “A segunda etapa de conclusão, será nos dias 02, 03 e 04 de julho no CEFA. Esta primeira foi mais teórica, e segunda será voltada à prática” – explicou o técnico do PSA – Silvanei Rodrigues.

As capacitações e instalações de painéis solares são desenvolvidas com apoio da Fundação MOTT.

Fotos: Silvanei Rodrigues/PSA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *