Enfermeiros das regiões de rios participam de curso em Educação Permanente em Saúde 

Primeiro módulo da Educação Permanente em Saúde voltada aos enfermeiros, destacou importância do planejamento;

Enfermeiros e enfermeiras das Unidades Básicas de Saúde de comunidades da Várzea, Lago Grande e Tapajós/Arapiuns, participaram nesta quinta-feira (09/09), do primeiro módulo de capacitação permanente em saúde, com ênfase no planejamento e utilização do sistema integrado do SUS. Nesta etapa, os profissionais receberam informações teórico-práticas sobre as etapas de planejamento das atividades nas UBS e como alimentar a plataforma.

“Para tudo que a gente desenvolve, tem que ter um planejamento. O planejamento vem para que eles possam desenvolver um trabalho de qualidade, levando uma assistência adequada e de qualidade para os usuários” – esclareceu a enfermeira do PSA, Marcela Brasil.

O encontro realizado através da parceria entre o Projeto Saúde e Alegria (PSA), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), possibilita aos enfermeiros o aprofundamento nos conhecimentos para melhor organizar suas atividades, otimizar esforços e garantir transparência nos serviços oferecidos às populações ribeirinhas. “Abordamos o tema UNA-SUS/ Planejamento em Saúde e Previne Brasil” acrescentou a enfermeira da Semsa, Karen Lima.

A Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde (UNA-SUS) foi criada pelo Ministério da Saúde em 2010 para atender às necessidades de capacitação e educação permanente dos profissionais de saúde. Dentre os temas abordados na plataforma, está a atualização adequada nos atendimentos realizados. “É como se fosse uma prestação de contas que a gente dá pro SUS. O enfermeiro faz o atendimento na comunidade, mas precisa ter um cadastro pra gente comprovar que está tendo esse acesso entre a enfermeira e o paciente. Isso envolve toda equipe da comunidade, desde o ACS até o médico” – explica a enfermeira técnica da região de rios da Semsa, Thaiza Gadelha.

Para os enfermeiros, esta é uma oportunidade de potencializar os atendimentos e realizar o aprimoramento dos conhecimentos profissionais. O próximo módulo será realizado em 08 de outubro.

“Pra gente trabalhar com os ribeirinhos, isso é de extrema importância e também atingir as metas que o município precisa pra gente estar atuando no nosso trabalho na comunidade” – Valdicleia Oliveira – enfermeira de Vila de Boim.

“O aprendizado de hoje foi de suma importância para todos que atuam nas áreas de rios. Foi apresentada a nossa situação do dia a dia que a gente lida nos nossos atendimentos para apresentar os indicadores da nossa região” – Suzilane Rodrigues – enfermeira de Curuai,  Lago Grande.

“Contribuiu no conhecimento de modo geral, em algumas situações que a gente ainda não tinha conhecimento em relação ao sistema do SUS para que os nossos indicadores venham aumentar a cada procedimento realizado”- Orlandino dos Santos, enfermeiro de Cachoeira do Aruã, Arapiuns.

“Uma forma de organizar os nossos serviços para atuar nas nossas comunidades com lideranças e população” – Josenilda Figueira, enfermeira do Arapixuna.

https://soundcloud.com/projeto-saudede-e-alegria/alo-comunidade-enfermeiros-participam-de-curso-em-educacao-permanente-em-saude

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Projeto Saúde & Alegria Rolar para cima