“Projetos pensados para desenvolver a sustentabilidade” – Ananda Pacheco 

“Vou da mobilização das comunidades até a prática”. É assim o dia a dia de Ananda Pacheco, assistente social do Projeto Saúde e Alegria, na execução de projetos que visam a melhoria e desenvolvimento das famílias em comunidades de Santarém, Belterra e Aveiro.

A assistente social passou a integrar a equipe do núcleo de educação e comunicação (Educom) do PSA durante a pandemia de Covid-19, um dos maiores desafios profissionais. Entretanto, a crise sanitária não abalou o desejo de ajudar no desenvolvimento das comunidades, que longe dos grandes centros acontece de forma mais lenta e, muitas vezes, até desassistido.

“Realizando o serviço social dentro do PSA eu consigo ter acesso às comunidades da floresta e com isso a gente consegue ter um retorno até mesmo pessoal, porque quando a gente leva um serviço, um projeto, alcança pessoas que não são alcançadas até mesmo pelo poder público”

Nesse período trabalhando no Educom, Ananda já acompanhou diversas histórias. A cada família atendida uma nova realidade a ser trabalhada através da educação e comunicação. A vivência é sempre marcante.

Ela lembra de uma roda de conversa dentro da execução do projeto “Crianças com saúde e alegria”, na comunidade Carão, e como isso a impactou positivamente. “Eles chegaram a um consenso sobre o que é a primeira infância e identificarem as fragilidades e potencialidades da comunidade para melhorar a saúde das crianças para que elas tenham um desenvolvimento saudável. Isso é realmente gratificante”, destacou.

Foi em campo que ela compreendeu a grandiosidade da região e as dificuldades enfrentadas pelas pessoas no acesso ao básico, como a saúde e a educação.

Por outro lado, a execução dos serviços pelo PSA leva em consideração uma série de metodologias e projetos pensados para desenvolver a sustentabilidade. As comunidades recebem ações e conseguem ser agentes da própria história, tornando-se participativas na implementação de políticas públicas.

Para Ananda, o PSA tem papel fundamental dentro das comunidades. “É como se fosse uma mola que impulsiona a busca por direitos, é um agente mediador”, explicou.

A percepção do trabalho desempenhado pelo Saúde e Alegria mudou a partir do momento que Ananda passou a integrar a ONG. Ao longo dos meses ela percebeu a amplitude e o poder de transformação.

A assistente social destaca, ainda, que os jovens são o fio condutor para desenvolvimento participativo. “Usamos a comunicação para a educação, e usamos a educomunicação para a promoção social. Os jovens conduzem esse trabalho”.

• • • •

Eu sou Saúde e Alegria é um podcast com histórias de pessoas que lutam pela cidadania e pela floresta em pé em comunidades da Amazônia paraense. Uma campanha em comemoração aos 36 anos do PSA. Os episódios são lançados toda sexta-feira.

  • Reportagem: Geovane Brito
  • Apresentação podcast: Priscila Castro
  • Mixagem podcast: Raik Pereira
  • Artes: Vanessa Campos
  • Captura, edição audiovisual e fotos: Priscila Tapajoara
  • Coordenação editorial: Samela Bonfim
  • Coordenação Geral: Fabio Pena

Conheça mais sobre o Saúde e Alegria
Site: saudeealegria.org.br
Instagram: instagram.com/saudeealegria
Twitter: instagram.com/saudeealegria
Youtube: youtube.com/saudeealegria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Projeto Saúde & Alegria
Rolar para cima