ECONOMIA DA FLORESTA

Agroecologia e Reposição Florestal

Um dos elementos-chave da Economia da Floresta é o acesso a insumos para modelos sustentáveis, tais como sistemas agroflorestais e permaculturais, entre outras práticas mais eficientes, rentáveis e ecológicas. Sendo assim, a partir do trabalho desenvolvido no Centro Experimental Floresta Ativa (CEFA) , o Projeto Saúde e Alegria (PSA) estruturou uma rede de viveiros comunitários de mudas de espécies frutíferas e florestais, que são distribuídas gratuitamente a famílias interessadas em cultivá-las.

O acesso às mudas é o primeiro passo para duas conquistas fundamentais: a recuperação de áreas degradadas nas comunidades; e o fortalecimento da agricultura familiar, com a valorização da produção, a diversificação de espécies com valor de mercado e a possibilidade de venda de créditos de reposição florestal.

Mudas plantadas, o que vem depois? Com a colaboração de parceiros, o PSA oferece assessoria técnica que é orientado por estudos sobre o potencial produtivo das comunidades e as demandas de mercado que elas podem atender. O serviço inclui capacitações e formações diversas, em temas como manejo da roça sem queima, cooperativismo, gestão financeira e plano de negócios sustentáveis.

Restauração Florestal

mudas produzidas
+ 0 mil
recuperados
~ 0 ha

Beneficiando cerca de

0 famílias

de

0 comunidades

Dados registrados até 2018

Restauração Florestal

mudas doadas para a Prefeitura de Santarém
0 mil
ECONOMIA DA FLORESTA

Unidades Socioprodutivas

Mulheres Empreendedoras da Floresta

Agroecologia e Reposição Florestal

Cadeias da Sociobiodiversidade

Turismo de Base Comunitária e Artesanato

Energias Renováveis

Incubadora de Negócios Socioambientais

Últimas Notícias

Economia da Floresta
Economia da Floresta

Cerimônia marca entrega do Selo artesanal do Serviço de Inspeção Estadual (SIE) da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará)

Santarém ganha Casa do Mel, espaço referência no processamento e comercialização do mel de abelhas sem ferrão com selo de inspeção estadual da ADEPARÁ Santarém e região celebram a chegada de um novo espaço referência para a compra de mel de abelha seguro, original e certificado. Sediado em espaço anexo à Sede do Sindicato dos

Leia mais →
Economia da Floresta

Empreendimentos de cooperativas e associações recebem recurso e renovam sonhos de geração de renda com a floresta em pé 

Apresentação de projetos de organizações comunitárias de Santarém, Belterra e Mojuí dos Campos marcou repasse de 420 mil reais para fortalecimento dos negócios da sociobiodiversidade Formadas por populações extrativistas, indígenas, quilombolas, ribeirinhas, agricultoras e agricultores familiares, assentadas e assentados da reforma agrária, as organizações selecionadas são compostas majoritariamente por mulheres e jovens. Dentre doze propostas

Leia mais →
Economia da Floresta

Turismo Comunitário: curso em boas práticas de manipulação de alimentos capacita moradores da aldeia Vista Alegre do Capixauã 

Comunitários que atuam com receptivo no Turismo de Base participam de formação que habilita para manipulação adequada de alimentos; No período de 20 a 24 de maio, vinte pessoas participam do curso de boas práticas de manipulação de Alimentos na própria comunidade promovido pelo Projeto Saúde e Alegria em parceria com o Serviço Nacional de

Leia mais →
Economia da Floresta

Lançamento de projetos aprovados em projeto de fortalecimento de empreendimentos da sociobiodiversidade no Baixo Tapajós

Evento será realizado na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santarém no próximo dia 23 de maio; Organizações receberão apoios de R$ 70 mil  Projetos de Cooperativas e Associações de base comunitária, serão fortalecidos, empoderados e potencializados! Seis empreendimentos que trabalham com negócios da Sociobiodiversidade foram selecionados no Edital da Chamada Pública

Leia mais →
Rolar para cima