EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO

Empreendedorismo Juvenil

Um dos principais desafios da juventude é a construção de seus projetos de vida. E, para os jovens moradores de comunidades rurais amazônicas, esse desafio é ainda maior: sentindo-se em conflito com as gerações anteriores e vendo poucas possibilidades de atuar no mercado de trabalho formal, tendem a migrar para centros urbanos em busca de melhores condições de vida. Assim, o êxodo rural é uma realidade no oeste do Pará, mas não precisa ser. Inovação e empreendedorismo são as abordagens utilizadas pelo Projeto Saúde e Alegria (PSA) para ajudar as comunidades a enfrentar esse desafio.

A plataforma de Empreendedorismo Juvenil do PSA promove, primeiramente, a formação de jovens para o trabalho e o empreendedorismo, complementando o déficit escolar com cursos, capacitações e dinâmicas. A principal atividade é o Festival Beiradão de Oportunidade, onde tem os primeiros contatos com os conceitos de empreendedorismo e são incentivados a buscarem novas alternativas para inclusão econômica.

O passo seguinte é o ingresso num curso mais aprofundado e um programa de mentoria, em que os participantes trabalham juntos na identificação de problemas de suas comunidades e na busca por soluções para esses problemas. As ideias são transformadas em planos de negócio e, enfim, podem ser colocadas em prática como microempresas, movimentos sociais, coletivos, etc.

O PSA realiza o programa de capacitação, mentoria e incubação junto a jovens comunitários tanto com profissionais e infraestrutura próprios – principalmente o LabMocorongo e o Centro Experimental Floresta Ativa (CEFA) – quanto por meio de parcerias com organizações não governamentais, fundações e universidades.

Fundo Desafio: apoio para novos negócios 

O PSA e seus parceiros selecionam planos de negócio produzidos no programa de Empreendedorismo Juvenil para fornecer o apoio financeiro necessário para colocá-los em prática. Esse apoio é dado na forma de insumos, ferramentas, equipamentos e outros materiais previstos nos planos de negócio.

Educação, Cultura e Comunicação

Circo Mocorongo

Territórios de Aprendizagem

Redes Comunitárias

Teia Cabocla

Rede Mocoronga de Comunicação

Empreendedorismo Juvenil

Últimas Notícias

Educação, Cultura e Comunicação
Educação, Cultura e Comunicação

Rede Comunitária Floresta Digital inicia atividades integrando territórios do PA, AM, AC e AP

Representantes de nove projetos selecionados no Edital Rede Comunitária Floresta Digital se reuniram na Escola Floresta Ativa, instalada no CEFA em Santarém. Lideranças e representantes do CNS, COIAB e CONAQ discutiram ideias para conectar e divulgar territórios produtivos e sustentáveis na Amazônia Além de abrigar uma rica biodiversidade, a região amazônica também é um espaço

Leia mais →
Educação, Cultura e Comunicação

Santarém recebe I Encontro Conexões Povos da Floresta 

No período de 5 a 7 de junho, representantes de populações tradicionais de territórios protegidos da Amazônia, organizações de base, instituições privadas e da sociedade civil e órgãos governamentais se reuniram no I Encontro da Rede Conexão Povos da Floresta, na vila de Alter do Chão no Pará

Leia mais →
Educação, Cultura e Comunicação

Programa Alô Comunidade celebra quatro anos de impacto na Amazônia

Com apresentações diárias às 14h00, de domingo a sexta-feira, na Rádio Princesa FM, o Programa Alô Comunidade celebra quatro anos de operação Idealizado pelo Projeto Saúde e Alegria (PSA) como um instrumento de suporte às comunidades durante a pandemia, o programa inicialmente apoiou a campanha #ComSaúdeeAlegriaSemCorona, levando informações sobre as atividades realizadas pelo PSA e

Leia mais →
Educação, Cultura e Comunicação

Rio Tapajós: caravana promove campanha de enfrentamento da violência e exploração sexual de crianças e adolescentes

Ação coletiva de várias organizações, dentre elas o Projeto Saúde e Alegria, Rede de Proteção e SEMTRAS/PMS, promoveu atividades de assistência social em comunidades e aldeias da região do rio Tapajós  A campanha “Faça Bonito” desembarcou nas comunidades Parauá, Vila Boim e aldeia Jauarituba. Sediada nas escolas municipais, a ação conjunta ofereceu serviços essenciais como

Leia mais →
Economia da Floresta

Mediadores de Inclusão Digital são capacitados para atuar em comunidades tradicionais  de Santarém e Belterra

Primeira edição do curso promovido pelo Projeto Saúde e Alegria (PSA), reuniu mais de trinta moradores de aldeias indígenas, comunidades ribeirinhas e quilombolas  Com objetivo de capacitar jovens e líderes comunitários em inclusão digital, trinta e oito pessoas participaram do curso que ampliou conhecimentos sobre o uso consciente e educativo da tecnologia para promover a

Leia mais →
Rolar para cima