Campanha educativa fortalece ações de combate à covid-19 em comunidades e aldeias da Amazônia

Além das ações de apoio ao poder público e auxilio aos moradores de comunidades da floresta por meio de distribuições de kits de proteção e segurança alimentar, a campanha #comsaudeealegriasemcorona tem promovido campanha educativa em diferentes formatos;

Esta semana foi lançado o vídeo animado com letra e desenhos educativos feitos pelos artistas da região. A letra da música criada pelo mestre de carimbó Chico Malta, destaca as medidas necessárias para prevenção da covid-19 de maneira clara com ênfase nos cuidados comunitários que devem ser adotados nas aldeias. E os desenhos criados por Diego Godinho, deram vida às mensagem da música de forma alegre e divertida, com traços regionais.

A campanha também chega diariamente aos moradores dessas regiões através das ondas sonoras. O Programa Alô Comunidade veiculado de segunda à sexta às 14h na Rádio Rural de Santarem e Princesa FM, e no domingo às 7h00 leva informação e recebe a participação da comunidade que pode denunciar, pedir ajuda e agradecer.

Também com uma linguagem voltada a realidade local, cartazes estão sendo distribuídos à medida que os itens de limpeza e higiene são entregues. Nesses folhetos estão disponíveis informações necessárias para manter o vírus longe da comunidade. Faça download aqui.

Para o coordenador do Projeto Saúde e Alegria, Caetano Scannavino, as ações são importantes para disseminar cultura e conhecimento frente a luta contra o vírus na região. “Não basta só equipamentos, medicamentos, cestas básicas e kits de higiene/proteção sem construir junto uma ampla campanha de informação, educação e prevenção. Seja pelas ondas do rádio, seja pelas redes sociais (para localidades com acesso a sinal), fica nossa gratidão aos educomunicadores da RedeMocoronga, aos talentos comunitários e artistas da terra, que falam pra todos e todas, da criança ao idoso, com mais saúde e alegria”.

Apesar da quantidade de informações sobre a pandemia, ainda são poucas as que tratam o assunto com linguagem voltada aos públicos ribeirinhos, explicou o coordenador de Educomunicação do PSA, Fábio Pena: “Há muita informação na grande mídia sobre a pandemia do Coronavirus. No entanto, a maioria dessas informações estão com uma linguagem para o público urbano. Se faz fundamental produzir conteúdos e materiais com linguagem adaptada à realidade sociocultural das comunidades rurais da Amazônia, considerando suas especificidades de moradia, transporte, modos de aglomeração, entre outros. Com uma vasta experiência no campo da educação por meio da comunicação, utilizando também a linguagem lúdica para transmitir informações para as populações ribeirinhas, o Projeto Saúde e Alegria está colocando sua experiência na produção e disseminação de campanhas educativas contextualizadas” – finaliza.

Baixe os materiais educativos

As peças produzidas na campanha estão disponíveis para todos que quiserem baixá-las. Nessa pasta estão organizadas artes, vídeos com dicas do doutor Eugênio Scannavino, vídeos das paródias, animação, cartaz e etc. Seja um multiplicador, baixe, compartilhe : )

Letra da música:

É com Saúde e Alegria sem corona,

que você fica em casa sabendo que é melhor,

pra sua saúde, aldeia, comunidade,

não viaje pra cidade que aglomeração é pior.

Se espirrar, tossir,  tossir,

ponha seu braço na frente.

Use máscaras o tempo todo

pra não se espalhar na gente.

Não passe a mão no cabelo,

na boca, rosto, nariz,

quero te ver com Saúde e Alegria, bem feliz.

Pra não pegar esse vírus

só fazer o que se diz.

Lave, lave bem suas mãos

com bastante água e sabão,

depois passe álcool gel

para sua proteção.

Nem compartilhe seu prato, copo, colher,

cachimbo, cuia, cocar, sua rede de dormir.

Muito cuidado com tudo que de fora,

pode tá contaminado, é melhor se prevenir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *