Costureiras montam rede solidária com apoio do Saúde e Alegria para produzir máscaras contra coronavírus

Após assinatura do convênio realizada nesta segunda-feira (20) com o Saúde e Alegria, costureiras do Clube de Mães de Alter do Chão receberam orientações sobre maneira adequada de higienização do espaço de fabricação;

Entre as ações do Plano emergencial de combate ao Covid-19, está a confecção de máscaras em TNT para distribuição à profissionais de saúde, devido ao esgotamento das máscaras cirúrgicas descartáveis, indispensáveis para atuação em hospitais. A Secretaria de Saúde de Santarém estima o consumo de pelo menos 7.400 máscaras por semana, para abastecer toda a rede.

Em proposta emergencial alinhada ao Plano de Combate ao Coronavírus, o PSA deu início à fabricação de máscaras descartáveis por meio da contratação de uma empresa e da formação de uma rede de costureiras de Alter do Chão, mobilizadas para o serviço pelo Clube de Mães: “Nós conseguimos da Secretaria de Saúde o tecido e o Saúde e Alegria trouxe um apoio financeiro e logístico para fazer a costura incluindo material complementar e pagamento de mão de obra de costura. Nosso objetivo foi construir uma rede de costureiras que façam as máscaras com qualidade e higiene para mandar pra Semsa, que vai esterilizar e embalar” – explicou o médico fundador do Saúde e Alegria, Eugênio Scanavinno.

Oficina com Rede de Costureiras de Alter do Chão para produção de máscaras.

Foram montados seis grupos com seis costureiras. Cada costureira deve produzir cerca de 200 máscaras por semana. “Nesta segunda foi feita uma oficina com as seis supervisoras e a enfermeira Adria de Araújo, da Semsa, com orientações para confecção das máscaras e montagem dos kits de proteção (água sanitária, pano de chão, plástico para higienizar a mesa, tecido, sabão de coco, luvas, linhas, agulhas). Com isso, as costureiras vão trabalhar das suas casas” – acrescenta Scannavino.

A expectativa é que a Rede produza cerca de 24 mil máscaras por mês. Para o vice presidente do Conselho de Desenvolvimento Comunitário da Vila de Alter do Chão, Iure Dias, a proposta da iniciativa vem ao encontro da necessidade das comunitárias: “vai beneficiar e até mesmo ajudar pessoas que têm baixa renda”, em referência ao trabalho das costureiras.

Com a produção, as famílias da região que sobrevivem de atividades paralisadas poderão trabalhar de casa e complementar a renda, reforçou Socorro Mota do Clube de Mães: “A principal fonte de renda de Alter do Chão é o turismo. Infelizmente com essa pandemia não é possível desenvolver nenhuma atividade nesse sentido. Então a maioria das famílias está sem nenhuma fonte de renda e precisando ficar em casa. O projeto vem gerar um pouco de renda para algumas dessas famílias”.

Kits de higienização do espaço de produção das máscaras.

A intenção é que as máscaras sejam entregues ao fim de cada semana para que possam auxiliar os profissionais de saúde na atuação em combate ao Covid-19 na região: “a gente não pode deixar esse pessoal que está na linha de frente cuidando dos doentes se contaminarem. Mesmo porque se eles se contaminam a gente perde mais profissionais ainda” – ressalta Scannavino.

Com número de casos crescentes da doença em Santarém (29 casos confirmados, 05 óbitos e 309 notificados até esta terça-feira, 21), a Secretaria de Saúde Dayane Lima destacou a importância da parceria para evitar a contaminação dos profissionais: “Precisamos de união e de proteção. E a maior proteção nesse momento são máscaras. Eu quero agradecer e falar que serão usadas pelos profissionais da saúde para trabalharmos na proteção deles que estão na linha de frente”.

Para o Pároco da igreja de Nossa Senhora da Saúde de Alter do Chão, pe. André Carlos,
“é muito importante esse tipo de parceria entre as entidades e demais setores da sociedade, ONGs, igrejas, para superação dessa problemática que a gente está passando com o Coronavírus”.

Leia também:

Projeto Saúde e Alegria e SEMSA firmam parceria para produção de 15 mil máscaras cirúrgicas destinadas aos profissionais de saúde

Equipamentos de proteção são distribuídos em municípios do Oeste do Pará

Ufopa e Saúde e Alegria fabricam máscaras em impressora 3D para profissionais de saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!