Saúde e Alegria anuncia vencedores do IV Mocoroscar

Nesta sexta-feira (25) os vencedores do concurso foram divulgados no Programa Alô Comunidade. Doze  foram selecionadas pela equipe de jurados;

A quarta edição do Mocoroscar marcada pela criatividade dos participantes no combate ao coronavírus reuniu a participação de cinquenta e oito pessoas, inscritas nas categorias vídeo de até um minuto, imagem/foto com legenda / vídeo até 30 segundos, áudio de até dois minutos e música autoral ou paródia. Todos os primeiros lugares foram de mulheres. A edição obteve ganhadores de 9 a 57 anos.

Iniciado há oito anos, o grande prêmio MocorOscar contemplou produções audiovisuais feitas por moradores das comunidades ribeirinhas, estimulando e valorizando a produção audiovisual dos comunitários da floresta amazônica. Em meio à pandemia do novo coronavírus, o evento destinou-se a propagação de conteúdo autoral, informativo e preventivo.

“O Mocoroscar, desde 2012 premia, valoriza a voz, a produção cultural das comunidades ribeirinhas da região do Baixo Amazonas. Dessa vez, na pandemia, a gente promoveu essa edição buscando valorizar o que era possível fazer nesse momento difícil para fazer a mensagem da prevenção chegar mais longe. A nossa edição foi feita totalmente online” – contou coordenador de educomunicação do PSA, Fábio Pena.

Os primeiros colocados em cada categoria foram premiados com aparelhos celulares, e os segundos e os terceiros com kits de camiseta, máscara, sabonete e álcool gel dos parceiros do PSA na campanha Com Saúde e Alegria sem Corona [Acesse a lista completa aqui]

Para os finalistas, participar da competição foi muito além da disputa, pois possibilitou a criação de conteúdos para o bem comum:

“Eu escrevi e gravei uma rádio novela onde abordei o tema a notícia do conoravirus na casa do seu João. Eu particularmente não imaginaria que eu fosse pra final, mas como eu consegui eu fiquei muito feliz de mostrar um pouco da minha arte e representar o meu povo” – Air Tapajós- Urucureá Rio Tapajós.

“Mocoroscar é uma oportunidade de nós mostramos o que sabemos fazer, o que somos, o que sentimos em relação ao contexto em que estamos. Eu estou muito feliz em conseguir o primeiro lugar da terceira categoria do Mocoroscar. Nessa poesia da minha autoria deu pra mostrar um pouco do que de fato estamos vivendo com essa pandemia” -Mirela Samira, Piquiatuba.

“Eu participei do prêmio porque eu acredito que a comunicação é uma ferramenta muito importante para que possamos combater a pandemia do coronavírus, pra que de fato possamos permanecer com saúde e Alegria” – Erick Marques, Santarém.

Foram jurados: Cristina Caetano, Fabio Pena, Guilherme Gitahy, Leonardo Milano, Luciana França, Luciene Campos, Marlena Soares, Paulo Lima, Priscila Cotta, Rodrigo Viellas e Samela Bonfim.

O MocorOscar, idealizado pelo Palhaço Magnólio de Oliveira, sempre estimulou as produções feitas de forma simples, pelo celular. Nas edições anteriores, entretanto, as premiações aconteciam em eventos presenciais, após os concorrentes terem participado de oficinas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Projeto Saúde & Alegria Rolar para cima