Unidade de Saúde de Cachoeira do Aruã recebe sistema de energia solar

Sistema de energia solar off grid vai atender demanda de Unidade Básica de Saúde de Cachoeira do Aruã no Alto Arapiuns em Santarém, responsável pela cobertura de vinte e uma comunidades ribeirinhas no município

Uma nova instalação do Programa de Água & Energia do Projeto Saúde e Alegria (PSA) foi concluída em uma na Unidade Básica de Saúde no município de Santarém, região Oeste do Pará. Desta vez, serão beneficiados moradores da região de Cachoeira do Aruã através dos trabalhos desenvolvidos pela ONG que tem inovado com uso de baterias de lítio e inversores modernos, por meio de sistema off grid dimensionado para funcionar durante 24h/dia, possibilitando conservar adequadamente vacinas e medicamentos, melhorando a qualidade do atendimento primário à saúde na comunidade.

O posto de saúde é responsável por atender famílias de vinte e uma comunidades adjacentes. Um número grande para o espaço que operava com limitação para o armazenamento de imunizantes, conta a enfermeira responsável, Caroline Benoliel: “Estamos felizes com a instalação da energia solar, pois irá otimizar a assistência de enfermagem, da comunidade. Vamos conseguir fazer a vacinação 100% que estava limitada”.

Lideranças comunitárias, equipe de saúde da unidade e técnicos do PSA, reúnem para discutir gestão e manutenção do sistema. Fotos: Silvanei Rodrigues/PSA.

No período de 15 a 18 de março, a equipe técnica do PSA concluiu a instalação do sistema que compreende um gerador fotovoltaico de 3,68 KWp, painel solar, inversor solar e bateria solar lítio 48V 3,6KWh. Os equipamentos compõem um sistema altamente moderno, explicou a coordenadora do núcleo de Água & Energia do PSA, Jussara Batista: “A bateria solar lítio apresenta uma alternativa viável a longo prazo para essa função, permitindo que o usuário utilize 100% da sua capacidade com até 6.000 ciclos, podendo chegar até 10 anos de garantia. E os geradores fotovoltaicos off grid são os mais adequados para lugares remotos, como comunidades ribeirinhas e isoladas”.

O gerador off grid instalado na UBS é completamente independente de qualquer ligação com a rede elétrica, utilizando apenas a energia solar produzida pelos painéis fotovoltaicos. A energia produzida é imediatamente consumida pelas cargas do sistema e seu excedente é armazenado na bateria. O equipamento responsável por fazer o gerenciamento dessa produção/consumo é o inversor carregador (que agrega um controlador de carga solar MPPT), onde é feito a conversão da corrente contínua geradas pelos painéis para a corrente alternada demandada pelas cargas.

“A energia daqui era instável, caía muito, não funcionava a geladeira. Ficava difícil manter a vacina o mês todo. Com esse projeto implementado pelo PSA, vai suprir essa necessidade, vamos ter vacina para trabalhar do dia primeiro até o fim do mês” – comemorou o Agente Comunitário de Saúde, Valdenezes Andrade.

O projeto é realizado pelo Projeto Saúde e Alegria, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e apoio da Fundação Core e Fundação MOTT. Até março de 2022 o PSA instalou sistemas em outras três unidades básicas de saúde da região de rios de Santarém: São Miguel e Prainha do Maró, Cachoeira do Aruã e está implementando em Boim.

Sobre a fundação Core

A CORE é uma ONG sediada nos EUA e foi fundada pelo ator Sean Penn em Haiti em 2010 após o terremoto. A missão da CORE é ajudar e apoiar comunidades vulneráveis a crises, e atualmente está apoiando na campanha contra a Covid-19 no Rio de Janeiro.  Em parceria com Saúde e Alegria, a CORE está fornecendo energia solar e outras tecnologias nos postos de saúde nas comunidades ribeirinhas de Santarém.

Através das parcerias, quatro Unidades de Saúde polo em Santarém estão sendo equipadas para melhorar o atendimento básico aos moradores ribeirinhos.

“Quando a CORE começou no Brasil, ela queria apoiar e lançar projetos em relação à saúde, meio ambiente, e o fortalecimento de comunidades vulneráveis. Neste projeto com Saúde e Alegria, o acesso à saúde melhorará nas comunidades ribeirinhas por causa da energia solar, que fornecerá rede frio, internet, e mais” – ressaltou o Gerente da CORE Brazil, Matthew Soares McCoy.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Projeto Saúde & Alegria
Rolar para cima