Atividades em educação, agroecologia e cultura reúnem crianças e adolescentes no Cefa

O segundo final de semana de cada mês no Centro Experimental Floresta Ativa é destinado as ações com crianças e adolescentes para a promoção em saúde, meio ambiente e cultura;     

Na floresta os pequenos defensores da natureza estão cada vez mais empoderados de conhecimento para a preservação. Eles são pequenos, mas entendem bem os seus papéis para manter a floresta em pé.

Em março as ações com crianças e adolescentes das comunidades Anumã e Carão, ambas na Reserva Extrativista Tapajós Arapiuns, destacaram educação, agroecologia e cultura: “A gente fala sobre a importância da natureza, das plantas, das árvores, das frutas e também fazemos o plantio. Nessa ação de nós fizemos plantio das espécies frutíferas e florestais na área onde tem o Cumarú plantado. As crianças e jovens plantaram 60 mudas” – disse Steve Macqueen.

Sempre no segundo domingo de cada mês no Centro Experimental Floresta Ativa são desenvolvidas ações com crianças e adolescentes para a promoção em saúde, meio ambiente e cultura. Neste mês foram desenvolvidas atividades em Cultura com capoeira: movimento, canto e ritmo.

Em educação e agroecologia foram desenvolvidas ações de recuperação florestal: “Objetivo é que eles possam cada vez mais crescer tendo o despertar pra natureza, a importância de se alimentar bem com as frutas, plantar e colher do próprio plantio” – explica Macqueen.

As ações são resultantes da fusão de projetos do Saúde e Alegria (Floresta Ativa; Agroecologia e Reposição Florestal; Educação, Cultura e Comunicação), onde crianças e adolescentes moradores das comunidades da Amazônia são empoderados para defesa de seus territórios.

Fotos: Camila Rebelo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *