Corpo de bombeiros ganha drone que ajudará na identificação de incêndios florestais na Amazônia

Equipamento doado pelo Projeto Saúde e Alegria nesta quinta-feira (29), opera no raio de até quatro quilômetros. Corporação planeja uso imediato para rastreio aéreo de focos de incêndio.

Com a chegada da tecnologia, militares do 4º Grupamento de Bombeiros Militares de Santarém, planejam identificar com maior agilidade as chamas em áreas de vegetação. Neste ano até agora, segundo dados do grupamento, foram registrados 195 incêndios em vegetação. Na estiagem o número aumenta, quando a corporação chega a receber vinte registros de incêndio por dia, destacou o comandante em exercício, Tenente Roberto de Oliveira: “Essa época tem uma demanda muito grande de fogo em vegetação. Tem dias que a gente chega a atender vinte ocorrências”.

Na região de mata, o trabalho é ainda mais difícil para a chegada dos combatentes. Com o drone de última geração, será possível identificar com maior clareza a região afetada e mapear caminhos para chegar ao local exato: “Ele vai fazer a busca por cima, vai mostrar pra gente instantaneamente o que está acontecendo na área, as vias de acesso, onde está pegando mais fogo, onde está tendo mais vulnerabilidade e onde tem casa proximo. É um sonho nosso que agora está sendo realizado” – comentou Oliveira.

A doação é mais uma soma de esforços em meio ao período da seca em que a temporada de queimadas em áreas florestais se intensifica. Em julho, em antecipação a essas ocorrências, o PSA doou sopradores, roupas de combate a incêndio urbano, botas, luvas, balaclavas, capacetes e equipamentos de proteção individual (EPIs).

“O Saúde e Alegria dentro do seu programa Floresta Ativa apoia e sempre apoiou medidas de prevenção e combate ao fogo, realizando campanhas educativas no período da estiagem e apoiando parceiros como o Corpo de Bombeiros, somando esforços para o combate aos incêndios na região”- Adriana Pontes, coordenadora administrativa do PSA.

Plano Territorial de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais

Incêndio florestal em Alter do Chão em 2019. Foto: Eugênio Scannavino.

A iniciativa está articulada à proposta do  Plano Territorial de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais, construído em outubro de 2019, com participação de representantes da RESEX, FLONA, Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, ICMBio e Brigada de Alter, quando então foram traçadas estratégias para atuação das entidades no combate e prevenção às queimadas na região. Dentre as ações pactuadas para o Plano, foram realizados cursos de capacitação para novos brigadistas, oficinas de prevenção a incêndios florestais, e apoio para aquisição de equipamentos para os combates.

Campanha de prevenção a queimadas e incêndios florestais em comunidades de Santarém

Lançada em setembro pelo ICMBIO, Defesa Civil do Pará, Projeto Saúde e Alegria, Corpo de Bombeiros, Federação da Floresta Nacional do Tapajós e Organização da Resex – Tapajoara, a campanha ´Comunidade Unida, Preserva a Vida´ busca sensibilizar comunitários sobre os cuidados para a utilização do fogo na agricultura.

Cartaz da Campanha ‘Comunidade Unida, Preserva a vida’. Baixe em pdf aqui.

Na frente educativa, estão sendo veiculados programas de rádio e podcasts pelas redes sociais e WhatsApp com vinhetas e reportagens sobre a temática e distribuídos materiais impressos como folders e cartazes educativos com esclarecimentos sobre a Queima Controlada.

Até agora a campanha que dissemina conhecimento sobre os métodos para preparo do terreno para agricultura, horário correto para queima, posição do vento e mobilização da comunidade para ajudar controlar o fogo, atingiu 42 comunidades da RESEX Tapajós Arapiuns e Floresta Nacional do Tapajós.

Comunitários exibindo cartazes da campanha. Foto: ICMbio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Projeto Saúde & Alegria Rolar para cima