Dia Mundial do Rádio: 25 experiências comunitárias na Amazônia comandadas pela juventude

Com função educativa, foram pensadas para e pelos jovens e estão presentes em vinte e cinco comunidades da região dos rios Tapajós, Amazonas e Arapiuns;

Comemorado anualmente em 13 de Fevereiro, o World Radio Day, busca conscientizar os grandes grupos radiofônicos e rádios comunitárias sobre a importância do acesso à informação, liberdade de gênero e expressão dentro nesse setor da comunicação.

Há mais de trinta anos na Amazônia, o Saúde e Alegria tem desenvolvido diferentes projetos de educomunicação, como a Rede Mocoronga que une educação, comunicação e cultura, capacitando jovens como “repórteres da floresta” para a produção e difusão de programas de rádio, jornais, vídeos comunitários, fotonovelas, histórias em quadrinhos e mídia digital. Presente em 25 comunidades é rede de conexão e comunicação popular.

Segundo o coordenador Fábio Pena, a estratégia da rede é “dar oportunidade para a divulgação de notícias locais, manifestações culturais, intercâmbio de experiências e troca de ideias e soluções sobre seus problemas”. Por meio do projeto estimula a participação de todos difundindo a voz direta da população para a população, além de fazer com que a Amazônia seja apresentada pelos próprios moradores da região, oportunizando a conexão com o mundo, ao mesmo tempo em que valorizam sua identidade cultural.

Atualmente a Rede Mocoronga contabiliza 15 Rádio postes com programação local, 3 rádios FM Comunitárias, 52 programas semanais na Rádio Rural de Santarém com as principais notícias das rádios e rede de repórteres comunitários e 20 Telecentros Comunitários implantados em parceria com políticas públicas e organizações locais. O projeto também realiza oficinas de audiovisual comunitário, apoio à coletivos juvenis de audiovisual, circuito de exibição comunitário, produção de fotonovelas e formações para o ativismo juvenil com a teia cabocla.

“A Rede Mocoronga de Comunicação Popular que é um dos principais projetos do Saúde e Alegria começou a partir de experiências do uso do rádio porque o projeto percebia a presença nas comunidades. É uma rede de rádios comunitárias presentes em pelo menos 25 comunidades da região do Tapajós, Amazonas e Arapiuns, onde a gente capacita e apoia pra que eles próprios possam fazer a sua áudio através de auto falantes e experimentações pedagógicas nas escolas” – contou Pena [ouça entrevista completa clicando na imagem abaixo].

O Programa Rede Mocoronga

Semanalmente vai ao ar o Programa de Rádio Rede Mocoronga através da Rádio Rural de Santarém. Até a publicação desta matéria (13/02) foram exibidos 52 programas. “A gente produz colaborativamente com os jovens das comunidades o Programa que vincula as informações das comunidades e notícias do trabalho do Saúde e Alegria aqui na nossa região. É com alegria que a gente comemora o dia do rádio. Embora os avanços tecnológicos aumentem o rádio continua velho e forte, se integrando com outras tecnologias” – finaliza Pena.

 

Leia também:

‘Repórteres da floresta’: conheça o projeto que atende 25 comunidades na Amazônia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *