Edição da Campanha ‘PrevFogo’ de combate a incêndios florestais inicia em 2020 com entrega de equipamentos aos bombeiros 

Plano é realizado todos os anos em antecipação às queimadas que no período das secas intensificam na região. Objetivo é prevenir e combater incêndios em áreas florestais;

Em continuidade às ações de prevenção a queimadas em áreas de floresta e seguindo a proposta do  Plano Territorial de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais, foi dado o pontapé inicial da edição 2020 da Campanha ‘PrevFogo’ que prevê ações para contribuir com a diminuição das estatísticas de incêndios na região do Baixo Amazonas. Dentre as ações, realização de cursos de capacitação para novos brigadistas, oficinas de prevenção a incêndios florestais, e apoio para aquisição de equipamentos para os combates.

A primeira ação da campanha em 2020 foi a doação desta sexta-feira (10) ao 4º Grupamento de Bombeiros Militares que compreendeu sopradores Stihl BR 600, roupas completas de combate a incêndio urbano, botas, luvas, balaclavas e capacetes. Além de melhorar as condições de trabalho dos militares, os equipamentos fortalecem ações preventivas por meio de cursos para formação de brigadas.

“Oferecer melhores condições para essa turma heroica do corpo de bombeiros para enfrentar esse desafio e no caso desse ano é ainda maior porque a temporada de fogo coincide também com a intensidade da pandemia do coronavírus aqui na região. O momento pede a união de todos, a cooperação de todos e nesse sentido o Saúde e Alegria está aqui pra ajudar” – disse o coordenador do PSA, Caetano Scannavino que também agradeceu a Rainforest Alliance e o Instituto Clima e Sociedade | ICS pela contribuição para aquisição dos equipamentos.

A doação atende ao pedido do comandante do 4º GBM, coronel Ney Tito, que ressaltou a necessidade dos itens para o grupamento responsável por atender ocorrências em toda região oeste do Pará: “Com esses equipamentos, nós vamos ter a capacidade operacional de atuarmos diretamente nesses incêndios e principalmente instruir as instituições, projetos e programas para que os munícipes e as comunidades estejam devidamente treinadas para que possam dar esse primeiro combate. São materiais de suma importância e com toda certeza vão ser de grande valia para nossas operações”.

O coordenador do Programa Floresta Ativa do PSA, o biólogo Paulo Bonassa, destacou que a entrega supre uma necessidade urgente e que as queimadas que infelizmente ocorrem anualmente na Amazônia atingem com mais intensidade a região do Tapajós entre os meses de agosto e outubro. “A aquisição e destinação de equipamentos para prevenção e combate aos incêndios florestais na região do Tapajós é uma das metas do nosso Projeto, no sentido de somar esforços com as autoridades públicas e iniciativas da sociedade frente a esse difícil desafio, que demanda a cooperação de todos”.

Somam-se também máscaras e equipamentos de proteção individual (EPIs) já repassados anteriormente aos agentes públicos para ajudar na proteção dos profissionais da linha de frente em meio a pandemia de Covid-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site! Rolar para cima