“Pra nós ribeirinhos é uma faculdade” – diz ACS sobre Módulo da Educação Permanente em Saúde

Sexto módulo em EPS realizado nesta quinta-feira (01) destacou a saúde do idoso e de que maneira os agentes comunitários de saúde devem prestar atendimento a este público;

Os Agentes das comunidades do Tapajós e Arapiuns participaram de mais um módulo de educação permanente, com ênfase para a atenção básica ao público da melhor idade. A capacitação destacou a necessidade de acompanhamento aos moradores que possuem hipertensão e diabete: “para eles identifiquem nas suas comunidades, a população idosa, e desta população quais os idosos independentes e desenvolvem suas atividades e aqueles que são fragilizados. Daí a gente vai perceber aqueles que são mais vulneráveis e aquele que a gente deve prestar mais atenção que pode se tornar um idoso frágil. A atenção hoje é pra que a gente conheça a nossa população” – explicou a enfermeira do PSA, Marcela Pinheiro.

A formação continuada é uma parceria entre a Secretaria de Saúde, Ufopa e PSA com foco à atuação diária e também nos atendimentos do Barco Hospital Abaré que promove visitas nas comunidades.

Para o ACS Raimundo Nonato da comunidade Nuquinin região do Rio Tapajós, cada encontro promove um novo conhecimento para a prática e possibilita novas oportunidades de atuação: “Isso aqui pra nós ribeirinhos é uma faculdade. Eu mesmo estando de férias, não posso perder um curso desse. Pra mim é muito importante desde quando começou”- relata.

Os módulos anteriores abordaram: Saúde da Mulher, importância do aleitamento materno, saúde das crianças, Saúde do adolescente e atendimentos em primeiros socorros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *