Dia Mundial do Rádio: 25 experiências comunitárias na Amazônia comandadas pela juventude

Com função educativa, foram pensadas para e pelos jovens e estão presentes em vinte e cinco comunidades da região dos rios Tapajós, Amazonas e Arapiuns;

Comemorado anualmente em 13 de Fevereiro, o World Radio Day, busca conscientizar os grandes grupos radiofônicos e rádios comunitárias sobre a importância do acesso à informação, liberdade de gênero e expressão dentro nesse setor da comunicação.

Há mais de trinta anos na Amazônia, o Saúde e Alegria tem desenvolvido diferentes projetos de educomunicação, como a Rede Mocoronga que une educação, comunicação e cultura, capacitando jovens como “repórteres da floresta” para a produção e difusão de programas de rádio, jornais, vídeos comunitários, fotonovelas, histórias em quadrinhos e mídia digital. Presente em 25 comunidades é rede de conexão e comunicação popular.

Segundo o coordenador Fábio Pena, a estratégia da rede é “dar oportunidade para a divulgação de notícias locais, manifestações culturais, intercâmbio de experiências e troca de ideias e soluções sobre seus problemas”. Por meio do projeto estimula a participação de todos difundindo a voz direta da população para a população, além de fazer com que a Amazônia seja apresentada pelos próprios moradores da região, oportunizando a conexão com o mundo, ao mesmo tempo em que valorizam sua identidade cultural.

Atualmente a Rede Mocoronga contabiliza 15 Rádio postes com programação local, 3 rádios FM Comunitárias, 52 programas semanais na Rádio Rural de Santarém com as principais notícias das rádios e rede de repórteres comunitários e 20 Telecentros Comunitários implantados em parceria com políticas públicas e organizações locais. O projeto também realiza oficinas de audiovisual comunitário, apoio à coletivos juvenis de audiovisual, circuito de exibição comunitário, produção de fotonovelas e formações para o ativismo juvenil com a teia cabocla.

“A Rede Mocoronga de Comunicação Popular que é um dos principais projetos do Saúde e Alegria começou a partir de experiências do uso do rádio porque o projeto percebia a presença nas comunidades. É uma rede de rádios comunitárias presentes em pelo menos 25 comunidades da região do Tapajós, Amazonas e Arapiuns, onde a gente capacita e apoia pra que eles próprios possam fazer a sua áudio através de auto falantes e experimentações pedagógicas nas escolas” – contou Pena [ouça entrevista completa clicando na imagem abaixo].

O Programa Rede Mocoronga

Semanalmente vai ao ar o Programa de Rádio Rede Mocoronga através da Rádio Rural de Santarém. Até a publicação desta matéria (13/02) foram exibidos 52 programas. “A gente produz colaborativamente com os jovens das comunidades o Programa que vincula as informações das comunidades e notícias do trabalho do Saúde e Alegria aqui na nossa região. É com alegria que a gente comemora o dia do rádio. Embora os avanços tecnológicos aumentem o rádio continua velho e forte, se integrando com outras tecnologias” – finaliza Pena.

 

Leia também:

‘Repórteres da floresta’: conheça o projeto que atende 25 comunidades na Amazônia

1 comentário em “Dia Mundial do Rádio: 25 experiências comunitárias na Amazônia comandadas pela juventude”

  1. Rosimeredos Santos Figueira

    Oi meus parabéns pela rádio mocoronga .Eu já fiz parte desse projeto pelo suruacá.Hoje só saudades quem sabe posso um ir aí até com vcs . Hoje sou prof pelo município e moro em Vila SocorroLago Grande . Des3jo muito sucesso .

Deixe um comentário para Rosimeredos Santos Figueira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Projeto Saúde & Alegria
Rolar para cima